quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Toda emoção de Sueldo na FMU


Vale a pena ouvir de novo: o MPB reapresenta o programa com Sueldo Soaress
SUELDO SOARESS

Por Joanisa Prates   
 Para dar largada as férias de 2010, o Música Potiguar Brasileira (MPB) reapresenta o programa com o cantor e compositor Sueldo Soaress, compartilhando com os ouvintes muita emoção e amor a cada bloco. É assim que o músico exemplifica suas composições: são canções um tanto quanto emotivas, especiais e plenas de amor.

Durante o programa Sueldo Soaress volta ao final dos anos oitenta e relembra as principais dificuldades e as batalhas que os músicos potiguares enfrentavam, tanto para vender os LPs, como para aparecer na mídia, tocar nas rádios e fazer shows, e compara com os dias de hoje, no qual a internet é capaz de espalhar a sua música para o mundo inteiro.

O compositor também apresentará seu último lançamento, o CD Trilhas e ainda lança com exclusividade, aqui na rádio Universitária, a música "Vidas", carro-chefe do seu próximo trabalho.

Muito bate-papo, composições apaixonadas e músicas que falam da paz e do amor, você sintoniza este fim de semana no programa Música Potiguar Brasileira, aqui pela Universitária FM 88,9.

O MPB vai ao ar sábado, dia 02, às 17h, com reprise no domingo, 03, às 12h.

*

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Até 2010!

Por Joanisa Prates   
 Estamos chegando ao final de um ciclo e para festejar mais um ano de sucesso do programa Música Potiguar Brasileira (MPB), a Universitária FM preparou uma retrospectiva recheada com os melhores momentos de 2009, pra você relembrar com a gente!

Em 2009, o MPB apostou em um novo formato, aonde o próprio artista, músico ou banda apresenta o programa de forma espontânea, escolhendo a seleção musical e abordando os temas de sua preferência.

Durante a retrospectiva, você irá conferir alguns especiais, como o mês junino com As Nordestinas; a participação ilustre do cantor e compositor Leno, apresentando um especial para o Dia Mundial do Rock; Cacau Arcoverde apresentando, para o dia do Folclore, o projeto musical Jaraguá Mulungu, dentre outras atrações que estiveram presentes no programa ao longo do ano.

O Música Potiguar Brasileira está entrando de férias! Aproveite para escolher quais foram os melhores programas de 2009 na sua opinião. Para votar clique AQUI. A produção do MPB deseja a todos os ouvintes e músicos um Feliz Natal e um 2010 repleto de luz, realizações, com muita música e benevolência na mente e no coração.

Sintonize a Universitária FM neste sábado, dia 26, às 17h, com reprise no domingo, 27, às 12h e confira uma retrospectiva especial com o melhores momentos do MPB de 2009.

*

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Pra Se Ter Alegria na Universitária FM

ROBERTA SÁ
Por Joanisa Prates   
 A Universitária FM chamou e ela mostrou para o que veio. E é com imensa satisfação que o Música Potiguar Brasileira(MPB) deste fim de semana recebe a belíssima cantora potiguar de nascimento e carioca de coração Roberta Sá, apresentando e encerrando com todo charme e alegria o último MPB de 2009.

Quando criança Roberta Sá era ninada pelas tias ao som da boa música brasileira. Daí surgiu a admiração pelos poetas brasileiros e o interesse em cantar. Aos nove anos mudou-se para o Rio de Janeiro, onde vive até hoje, fez faculdade de jornalismo, e lá também descobriu o canto e a paixão pela música.

Com dedicação, simpatia e talento Roberta conquistou o público brasileiro de todas as idades e hoje é considerada a mais nova musa da MPB. A cantora já gravou dois discos em estúdio: Braseiro (2005) apresenta canções de compositores consagrados e a faixa "A Vizinha do Lado" fez parte da trilha da novela Celebridades. Com o segundo álbum Que Belo Estranho Dia Pra Se Ter Alegria (2007) Roberta Sá ganhou prêmios de melhor cantora e melhor disco, e emplacou mais uma trilha para a atual novela Viver a Vida com "Mais Alguém".

Este ano ela lança o CD/DVD ao vivo Pra Se Ter Alegria, disco que faz um apanhado de todo o repertório da artista registrado nos trabalhos anteriores e das 14 faixas, apenas "Samba do Balanço" e "Agora sim" são inéditas. O show tem direção musical, produção e arranjos de Rodrigo Campello e conta com as participações especias de Pedro Luís (seu parceiro na vida e na música), Hamilton de Holanda e Marcelo D2.

Amanhã, dia 19 de dezembro, a cantora comemora mais um aniversário e quem ganha o presente é você! Venha cantar e dançar ao som dos sucessos de Roberta Sá no programa Música Potiguar Brasileira. Sintonize a rádio Universitária 88,9 FM neste sábado, dia 19, às 17h, com reprise no domingo, 20, às 12h.

*

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Ranchinho de Paia na Universitária FM

CHICO ELION

Por Joanisa Prates   
 Dando continuidade ao mês especial com importantes nomes da música norteriograndense, o programa Música Potiguar Brasileira (MPB) convida o amável poeta e compositor da consagrada canção Ranchinho de Paia, o taurino da cidade de Assu, Francisco Elion Caldas Nobre, ou simplesmente Chico Elion.

Chico Elion inspira música e expira poesia, e assim, envolve todas as pessoas que o rodeiam. Na infância já demonstrava talento musical quando ganhou seu primeiro instrumento, um cavaquinho feito por Noé, amigo do pai Francisco da Fonseca Nobre, e começou a criar suas primeiras melodias. Desde então o destino de Chico já estava tracejado: aos 18 anos, na Rádio Nacional (RJ), estreou a música Lavadeira - de sua autoria em parceria com o compositor cearense Canelinha.

A partir daí Elion participou de vários grupos musicais, como Los Brasileiritos, Conjunto Boate Acaiaca, dentre outros. Após seis anos no Rio, Chico volta a Natal, em 1960, e passa a apresentar o programa Varieté Transa Bacana, pelas rádios Nordeste, Trairi e Rural, até o início dos anos setenta.

Durante o MPB, Elion - poeta de muitas estórias e canções - apresenta uma pequena seleção de seus grandes sucessos como Ranchinho de Paia, eternizada na voz do rei do baião - Luiz Gonzaga, Moinho D'água, Lembrança de um Solovox que conta com a participação especial do filho Kiko Chagas e muito mais.

Sintonize o Música Potiguar Brasileira e conheça a trajetória musical de Chico Elion. Neste sábado, dia 12, às 17h, com reprise no domingo, 13, às 12h. Aqui pela rádio Universitária 88,9 FM.

*

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Odalisca em flor na Universitária FM

TEREZINHA DE JESUS

Por Joanisa Prates   
 Já estamos em dezembro e o Música Potiguar Brasileira (MPB) vai se despedindo de 2009 em grande estilo. Para este mês a Universitária FM produziu um especial com importantes nomes da história da música potiguar, brasileira e por que não, universal? E para dar largada a essa maratona musical, convidamos a cantora e intérprete, portadora de uma voz de veludo, Terezinha de Meneses Cruz, a Terezinha de Jesus.

A década de 60 ficou marcada como os anos rebeldes em todo o mundo. A juventude papa-jerimum também teve seus momentos inquietos, na área da música, com a realização de tímidos festivais no Palácio dos Esportes e SESC. Naquela época Mirabô Dantas e Odaíres lotavam os teatros e casas de shows de Natal. Foi a partir desses encontros que Terezinha (irmã de Odaíres) foi apresentada ao país. Não demorou muito para uma das mais importantes intérpretes do estado mudar de ares rumo ao Rio maravilha.

No Rio de Janeiro Terezinha forma-se em música. Nesse tempo começa a fazer amizade com alguns músicos: Paulinho da Viola, Fagner, Moraes Moreira, Capinam entre outros. A partir daí, já batizada pelos amigos como Terezinha de Jesus, começa a despertar a atenção da crítica especializada.

A cantora é de um talento eclético e carrega em sua bagagem musical grandes nomes da música popular brasileira. De Luiz Gonzaga a Capinam, Fagner a Paulinho da Viola, Mirabô a João do Vale... Terezinha optou pelo som do Brasil e buscou a força da música do Nordeste, do choro carioca e das canções românticas para rechear seu repertório.

E para se deliciar com a voz doce de Terezinha de Jesus, sintonize o MPB neste sábado, dia 05, às 17h, com reprise no domingo, 06, às 12h. Aqui pela rádio Universitária 88,9 FM.

*

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

O potiguar dos festivais na FMU

IVANDO MONTE

Por Joanisa Prates   
 Nesta semana o Música Potiguar Brasileira (MPB) convida um músico carismático, talentoso e cheio de graça. É também um dos potiguares que mais tem representado o RN nos festivais de música, o cantor e compositor Ivando Monte.

Ivando é natalense e viveu sua infância e parte da adolescência no centenário bairro do Alecrim. E foi lá que descobriu a magia da música, quando teve contato com seu primeiro instrumento - o violão - e que surgiu a inspiração para criar suas composições.

O compositor tem uma carreira sólida, são 21 anos de estrada e cinco CDs lançados - todos com músicas autorais. Ivando já participou e foi vencedor de vários festivais de música no estado e pelo país, e atualmente está representando o Rio Grande do Norte no Festival Nacional de Música da Arpub, com a canção Nosso Amor, música classificada na etapa estadual categoria com letra, pela Rádio Universitária FM.

Vale lembrar que na categoria instrumental está concorrendo também o potiguar Eduardo Taufic. E você pode acessar o site da ARPUB, ouvir as músicas e votar na canção de sua preferência. As votações se estendem até o dia 8 de dezembro.

Sintonize o MPB com Ivando Monte neste sábado, dia 28, às 17h, com reprise no domingo, 29, às 12h. Aqui pela rádio Universitária 88,9 FM.

*

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

A máquina de Onoffre na Universitária FM

GABRIEL SOUTO E LUIZ GADELHA

Por Joanisa Prates   
O fim de semana está chegando e como sempre o Música Potiguar Brasileira traz as novidades da cena musical da cidade. Desta vez convidamos a dupla Luiz Gadelha e Gabriel Souto que uniram a voz aguda de um e as batidas eletrônicas do outro para formar a banda Onoffre.

A banda Onoffre surgiu de forma experimental, eles até brincam que 'é uma banda processo'. Mas é isso mesmo. Na verdade Gadelha convidou Gabriel para participar da gravação de um novo trabalho solo que estava produzindo. A sintonia e o desejo de experimentar um novo som deu tão certo que resolveram formar a banda, que resultou no lançamento do CD Onoffre Machine - nome que brinca com o liga/desliga das máquinas. Gravado de forma totalmente independente, conta com composições de Luiz e parcerias com Khrystal, Simona Talma, Valéria Oliveira e Carlos Gurgel.

Apesar de ser um grupo novo, Onoffre ficou entre as dez finalistas do Festival de Música da Arpub, na etapa estadual categoria com letra, com a música Nesta sexta-feira. Neste domingo, 22, a banda Onoffre se apresenta na Casa da Ribeira, a partir das 19h com entrada gratuita.

Quer conhecer o som da Onoffre? Ou aquecer para o show?
Então sintonize o Música Potiguar Brasileira no próximo sábado, dia 21, às 17h, com reprise no domingo, 22, às 12h. Aqui pela rádio Universitária!
*

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

[reprise] Um mar de Tico na FMU

TICO DA COSTA

Por Joanisa Prates   
 O Música Potiguar Brasileira (MPB) deste fim de semana é puro amor, poesia e amizade. É que a Universitária FM prepara uma homenagem ao anjo das selvas e poeta do mar Francisco das Chagas da Costa, o nosso querido e saudoso músico potiguar Tico da Costa, também chamado carinhosamente pelos amigos de Titico.

O especial será apresentado por um dos seus grandes amigos, o jornalista e escritor Tarcísio Gurgel, que como um contador de histórias relembra cada momento vivido por Tico, desde a infância na bela costa branca potiguar - cidade de Areia Branca - e segue desvendando a verdadeira essência e a pureza de Tico em cada uma de suas composições e canções.

Tico da Costa morou em Roma durante muitos anos, onde realizou vários shows em bares e restaurantes e gravou alguns discos. Fez várias turnês nos Estados Unidos e na Europa e foi pelas bandas de lá que conheceu o compositor Philip Glass, grande parceiro de Tico em muitas de suas composições e amigo que o acolheu em Nova Iorque.

Tico nasceu no dia 13 de novembro de 1954 na cidade de Areia Branca (RN). Considerado o mais internacional dos potiguares conquistou, cantou e encantou várias gerações mundo a fora deixando a alegria por onde passava sempre com um sorriso estampado no rosto. No último dia 29 de agosto o "Titico" partiu deixando imensas saudades, boas lembranças e versos de uma obra que permanecerá eterna nas mentes e corações potiguares.

O MPB vai ao ar sábado, dia 14, às 17h, com reprise no domingo, 15, às 12h.

*

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

[retificação] Capanga Moderna na FMU

Caros ouvintes da Universitária FM.

Por motivos maiores o programa Música Potiguar Brasileira deste fim de semana, com Diogo Guanabara e Macaxeira Jazz, será adiado. Em breve divulgaremos uma nova data. Desde já pedimos desculpas aos fãs e apreciadores da boa música potiguar. No entanto, iremos reapresentar um especial produzido para o saudoso músico Tico da Costa, que contou com a apresentação do jornalista Tarcísio Gurgel. Hoje, 13 de novembro, Tico será lembrado e homenageado pelos amigos e familiares, em comemoração ao dia do seu nascimento.

Obrigada,
Joanisa Prates
Produtora do MPB

DIOGO GUANABARA E MACAXEIRA JAZZ

Por Joanisa Prates   
 É com muita alegria que o Música Potiguar Brasileira (MPB) deste fim de semana convida os simpáticos garotos Diogo Guanabara e Henrique Pacheco, para apresentar o novo trabalho do grupo Macaxeira Jazz, o Capanga Moderna.

Diogo Guanabara & Macaxeira Jazz é resultado da amizade e união de músicos talentosos que foram alunos de grandes instrumentistas potiguares, como Joca Costa, Manoca Barreto e Júnior Primata. Além do bandolinista Diogo Guanabara, o Macaxeira Jazz é formado por Henrique Pacheco (contra-baixo), Ticiano D`Amore (guitarra), Raphael Bender (bateria) e o integrante internacional Marco da Costa (piano e escaleta), que hoje mora na Áustria.

Após o registro de um CD/DVD ao vivo, gravado em 2008 - com versões e músicas autorais que executavam nos shows - desta vez Diogo Guanabara & Macaxeira Jazz apresentam um disco com repertório autoral e gravado em estúdio. Capanga Moderna foi um dos trabalhos contemplados através do Prêmio Núbia Lafayete e conta com a participação especial do trumpetista Antônio de Pádua na faixa 'O Lima'.

Durante o programa Diogo e Henrique contam histórias curiosas e divertidas sobre o processo de composição e gravação das músicas e sobre as influências musicais do grupo.

Quer conhecer Capanga Moderna? Então sintonize o programa Música Potiguar Brasileira, aqui na rádio Universitária 88,9 FM.

*

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Experiência Ápyus na Universitária FM

MARLOS ÁPYUS

Por Joanisa Prates   
 O Música Potiguar Brasileira (MPB) inicia o penúltimo mês do ano ao som pop rock da banda Experiência Ápyus, liderada pelo cantor, compositor e jornalista Marlos Ápyus, apresentando a discografia e história do grupo, bem como o novo trabalho "Volta por cima".
A Experiência Ápyus é uma banda que não se preocupa com rótulos: a sonoridade de suas canções flertam com diversos estilos como o samba, funk, blues, jazz, sempre acompanhados pelo violão. Essa salada de ritmos caracteriza bem a criação sonora do grupo e, apesar do nome, não se trata de um trabalho nada experimental.
A banda nasceu durante o carnaval de 2004 e atualmente é formada pelo quarteto Ticiano D'amore (guitarra), Lipe Tavares (baixo), Raphael Bender (bateria) e Marlus Ápyus (vocais, violão, teclado). Desde então, os garotos Ápyus já gravaram quatro álbuns, dentre eles o mais recente, que está em processo de finalização, 'Volta por cima' - com versões de grandes nomes da música que o grupo vinha trabalhando durante suas apresentações.
Para curtir o samba-pop da Experiência Ápyus basta sintonizar o programa Música Potiguar Brasileira, aqui na rádio Universitária 88,9 FM.
O MPB vai ao ar sábado, dia 07, às 17h, com reprise no domingo, 08, às 12h.

*

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Festival Universitário da Canção na FMU


Por Joanisa Prates   
 Este fim de semana o Música Potiguar Brasileira prepara um especial sobre o Festival Universitário da Canção 2009, que aconteceu no último fim de semana na Praça Cívica do Campus, dentro da programação cultural da décima quinta Semana de Ciência e Tecnologia da UFRN - CIENTEC.

O Festival Universitário da Canção 2009 foi realizado pela UFRN através da Secretaria de Assuntos Estudantis - SAE, Diretório Central dos Estudantes - DCE, em parceria com a TV Universitária e Rádio Universitária FM. O FUC visa despertar e incentivar os novos talentos da música na comunidade universitária em todo o Rio Grande do Norte.

Após a fase das eliminatórias com vinte candidatos, apenas 10 se classificaram para a fase final, que ocorreu no último dia 24 de outubro, encerrando a CIENTEC 2009. Dentre as dez finalistas, apenas três levaram a grande premiação de R$3.000 para o primeiro lugar, R$2.000 para o segundo e R$1.000 para o terceiro lugar. A comissão julgadora do festival foi composta pelos professores da Escola de Música da UFRN Osvaldo D'amore, Danilo Guanais, Álvaro Barros e Raquel Carmona. Além disso, foi escolhido o melhor intérprete da noite através do voto popular.

As apresentações das dez canções finalistas foram gravadas pelo Studium Produções e você poderá conhecê-las sintonizando o programa Música Potiguar Brasileira, pela rádio Universitária 88,9MHZ.

O MPB vai ao ar sábado, dia 31, às 17h, com reprise no domingo, 01, às 12h.

*

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

As Cantoras do Rádio na FMU

[Este fim de semana o MPB reapresenta o programa com As Brasileiras]

Por Joanisa Prates   
 O Música Potiguar Brasileira (MPB), entra no clima da Era de Ouro do Rádio e convida os ouvintes da Universitária FM para uma viagem musical a década de 30. Para nos guiar nesse mundo de magias, vozes, divas e canções, recebemos diretamente de Mossoró o grupo Brasileiras apresentando o espetáculo “Na Era do Rádio”.
O grupo surgiu durante um café e outro, em 2007, quando as produtoras Katharina Gurgel e Toinha Lopes planejavam montar um show especial para comemorar o Dia Internacional da Mulher. A partir daí nasce o show “Brasileiras – Uma viagem pelo universo feminino”, espetáculo que após várias apresentações pelo RN acaba por batizar definitivamente o quarteto. Atualmente as Brasileiras circulam com sua segunda produção, o musical “Na Era do Rádio”.
Formado por quatro cantoras e sete músicos, “Na Era do Rádio” é um musical que resgata a época de ouro do rádio brasileiro e suas maiores representantes: as eternas cantoras do rádio.
O MPB vai ao ar neste Sábado, dia 24, às 17h, com reprise no Domingo, 25, às 12h.
*

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Malokero High Society na FMU

DUSOUTO - PAULO, GABRIEL, GUSTAVO

Por Joanisa Prates   
 O Música Potiguar Brasileira (MPB) está chegando esfumaçado, cheio de malícia e vai fazer a sua cabeça com a mistura dos ritmos dancin'hall, ragga, dub, drum'n'bass, samba e funk. Esse é o resultado do caldo sonoro que a banda DuSouto preparou e vai apresentar aos ouvintes da Universitária FM.

Após emplacar música no game oficial da Copa do Mundo de 2006, colecionar ótimas críticas na imprensa especializada e conquistar o público com seu álbum de estréia, os potiguares da banda DuSouto chegam na área com novo trabalho. Apostando em um formato mais enxuto e na mesma fórmula anterior de mesclar música eletrônica, rock, regionalidades, doses de humor e grandes ‘sacadas’, o trio Gabriel Souto (DJ e efeitos), Paulo Souto (baixo e voz) e Gustavo Lamartine (guitarra e voz), se supera ao materializar Malokero High Society.

São nove faixas, mais uma versão dub para a música “Fazendo a Cabeça”, que traduzem o compromisso do power trio com a música para fins de diversão pura sem restrições. A boa fase do grupo também é comprovada pela dupla escalação: participam tanto do Festival Mada (em outubro) quanto do Festival DoSol (em novembro). O CD traz participação de Diogo Guanabara (cavaquinho) na música ‘processo’ “Cachaça Agogo” e DJ Samir em “Samba Canção”.

Quer curtir o som contagiante da banda DuSouto? Então sintonize o Música Potiguar Brasileira, aqui na Universitária 88,9 FM.

O MPB vai ao ar sábado, dia 17, às 17h, com reprise no domingo, 18, às 12h.

*

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

O sátiro na Universitária FM

ANTONIO RONALDO

Por Joanisa Prates   
 Este fim de semana o Música Potiguar Brasileira (MPB) apresenta a música instigante, inovadora, eclética e provocante do compositor e, digamos assim, o sátiro potiguar Antonio Ronaldo.

O mossoroense Antonio Ronaldo é também poeta e escritor. Brinca de musicar versos desde a adolescência e a partir dessa brincadeira trilhou os caminhos de compositor. Já participou do Festival Universitário de Música nos anos 70, época em que a busca por gravadoras era árdua e incessante, e teve muitas de suas composições interpretadas por Cida Lobo e Geraldo Carvalho.

Ao longo dos últimos anos Antonio Ronaldo produziu e acumulou tanto material, que resolveu interpretar as suas próprias canções, com o lançamento do CD "Sátiro", em setembro de 2009. Ele refaz caminhos e lembra de passagens que ficaram gravadas na memória de uma geração que iniciou toda a atividade artística que insiste em pulsar na capital do RN.

Ronaldo - que não é o fenômeno, mas grande compositor - entra em campo com o jogo ganho ao lado de figuras conhecidas como Manassés Campos (produtor), Jubileu Filho (arranjos e direção musical), Cida Lobo e Geraldo Carvalho (participações especiais), Di Stéffano (bateria), Jailton (percussão), Chico Bethoven (sax e flauta), Zé Hilton (sanfona), Paulo Eduardo (teclados), Klênio Jonessy (trombone) e Sérgio Farias (mixagem e masterização).

Para conhecer e ouvir a música do sátiro poeta Antonio Ronaldo sintonize o Música Potiguar Brasileira, aqui na Universitária 88,9 FM.

O MPB vai ao ar sábado, dia 10, às 17h, com reprise no domingo, 11, às 12h.

*

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Yeah yeah yeah potiguar na FMU

foto: Larissa Borges

Por Joanisa Prates   
 Prepare as solas do sapato, porque a Universitária FM vai fazer você dançar! Este fim de semana o Música Potiguar Brasileira apresenta o som rockabilly dos garotos da banda Revolver, conhecidos por gostar e tocar o bom e velho rock and roll, entre baladas e músicas pra lá de agitadas.

Formada por amigos adolescentes que curtem Os Beatles, Revolver surgiu há sete anos tocando um rock inocente e comportado nas festinhas de formatura pela cidade. O tempo e a mudança de formação da banda trouxe novas influências e o amadurecimento do grupo, o que resultou na necessidade de gravar o primeiro disco, totalmente autoral, intitulado Revolver (2006).

Os garotos habituados com o yeah yeah yeah, passaram por um processo de evolução musical agregando ao repertório influências dos anos setenta: Deep Purple, Pink Floyd, Yes... deixando de lado as músicas autorais, investindo no setlist de covers 70's.

Em 2009, para a surpresa do Revolver, chega a notícia de que a música "Cafajeste" - single do primeiro álbum - é recordista de downloads no site do selo Senhor F, desencadeando na gravação do EP 1 e meio, lançado no site oficial da banda www.revolver.zip.net, disponível para download. As seis músicas serão pré-lançadas com exclusividade durante o programa, com apresentação de Cleo Lima (voz e guitarra) e Paulo Henrique (vocal).


Lembrando que na próxima sexta, dia 09/10, a banda Revolver comemora 7 anos e lança oficialmente o EP 1 e meio, ao lado dos amigos do Mad Dogs, prometendo uma noite de comemorações e rock'n'roll garantido.

O MPB vai ao ar sábado, dia 03, às 17h, com reprise no domingo, 04, às 12h.


*

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

O som da costa branca potiguar na FMU

MIRABÔ DANTAS

Por Joanisa Prates   
 A Universitária FM convida seus ouvintes para uma viagem musical pela costa branca potiguar. É que neste fim de semana o Música Potiguar Brasileira (MPB) será apresentado pelo músico e compositor Mirabô Dantas, que faz um breve retorno aos festivais de música dos anos 70 e apresenta as músicas do CD Mares Potiguares.

Mirabeaux Dantas Filho, o tímido Mirabô, nasceu em berço musical. A família Dantas na região do Seridó norteriograndense é repleta de músicos e ele cresceu ouvindo o pai tocando trombone. E não demorou muito para Mirabô colocar os pés na estrada: de Areia Branca para Natal e depois Rio de Janeiro.

No início da década de setenta ele desceu para o Rio de Janeiro, compôs e fez parcerias com vários músicos: Capinam, Fagner, Elba e Zé Ramalho, Gilberto Gil, Caetano e com os potiguares Leno Azevedo e uma de suas maiores intérpretes, Terezinha de Jesus. Todos com o mesmo objetivo: a busca pelas grandes gravadoras.


Nos anos 90 Mirabô retorna ao Rio Grande do Norte e alguns anos depois, em 2008, lança o seu primeiro CD "Mares Potiguares" contendo algumas composições em parceria com Capinam, Maurício Tapajós e o cearense Raimundo Fagner. Durante o programa Mirabô apresenta canções do seu disco e afirma que pretende relançar o Mares Potiguares ainda este ano.


O MPB vai ao ar sábado, dia 26, às 17h, com reprise no domingo, 27, às 12h.

*

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Festival de Música da Arpub na FMU


Por Joanisa Prates   
 O Música Potiguar Brasileira (MPB) deste fim de semana apresenta um especial sobre o Festival Nacional de Música da Associação das Rádios Públicas do Brasil (ARPUB), e os ouvintes da Universitária FM poderão conhecer, ou relembrar, as 26 músicas potiguares selecionadas para a primeira fase da etapa estadual, que é dividida em duas categorias: COM LETRA e INSTRUMENTAL.

No sábado a partir das cinco da tarde o especial será dedicado à categoria INSTRUMENTAL, e as músicas classificadas são:

1.ANJOS - Jubileu Filho
2.AURORA ASTRAL - Wilberto Amaral
3.CARAVANAS BRASILEIRAS - Carlos Zens
4.ECOS DE SAUDADE - Francisco Bezerra da Silva
5.EMPRESTADO - Trio Sucupira
6.EXPRESSO DO FORRÓ - Francisco das Chagas Nobre
7.FREVO ENCAIXOTADO - Diogo Guanabara e Macaxeira Jazz
8.GROOVE ANDANTE - Trio Sucupira
9.INGÊNUO MESTRE - Eduardo Taufic
10.NOVOS FRUTOS - Paulo Brunis
11.PONTEIO - Alexandre Atmarama
12.SÓ SE FOR NO DUGUE! - Antonio de Pádua
13.XOTE, BAIÃO E BALÃO - Francisco Bezerra da Silva

E no domingo, ao meio-dia, apresentaremos as classificadas na categoria COM LETRA:

1.AQUELE MESMO SONHADOR - Hardy Guedes
2.BOAS NOVAS - Camila Masiso
3.EM BOA HORA - Valéria Oliveira
4.JOSÉ E MARIA - Lipe Tavares
5.NA QUINA - Camila Masiso
6.NADA SAIU DO LUGAR - Cleudo Freire
7.NESTA SEXTA-FEIRA - Banda Onoffre
8.NOSSO AMOR - Ivando Monte
9.O SAMBA É BRASILEIRO - Heltron Israel
10.PARECE QUE NÃO DÓI TANTO - Hardy Guedes
11.SOFRER FAZ PARTE DO MEU VOCABULÁRIO - Valéria Oliveira
12.SOPA DE LETRINHAS - Miguel Nery
13.TEMPO DE ESPERA - Carlos Zens

Acesse o site festivalarpub.wordpress.com ouça as músicas, deixe um comentário e VOTE na sua favorita. Lembrando que as votações encerram no próximo domingo, 20 de setembro. Participe!

O MPB vai ao ar sábado, dia 19, às 17h, e no domingo, 20, às 12h.

*

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Ritmos latinos na Universitária FM


Por Joanisa Prates   
 É em ritmo caribenho que o Música Potiguar Brasileira (MPB) vai invadir e contagiar os lares dos ouvintes da Universitária FM. E comandando o programa nada mais nada menos que o nosso grande baixista potiguar Serginho Groove, apresentando o som caliente da banda Camba.

Camba no dialeto africano significa amigo. E essa é uma grande e forte característica da banda. Nutrida pela amizade e vontade de fazer boa música, a banda Camba foi formada em novembro de 2004 unindo talento de músicos consagrados a muitas horas de palco, estúdio e estrada, resultando nessa mistura de ritmos latinos como a salsa, o merengue e a rumba.

Durante o programa, Groove executa algumas músicas do extenso repertório da Camba, que faz releitura de clássicos dos ritmos caribenhos, além de re-arranjar e traduzir para versões calientes grandes sucessos da música brasileira. A banda já tem dois CDs registrados e um DVD gravado em novembro de 2008, ao final da temporada de shows no Bar das Bandeiras, na Ribeira.

Atualmente a banda Camba é formada por Gilberto Cabral (trombone), Sergio Groove (vocal e contrabaixo), Yrahn Barreto (vocal e guitarra), Walterklayson (teclados), Darlan Marley (bateria), Yuri Dantas (sax) e Paulinho (percussão).

Todo o swing da banda Camba você sintoniza este fim de semana no programa Música Potiguar Brasileira, aqui pela Universitária FM 88,9.

O MPB vai ao ar sábado, dia 12, às 17h, com reprise no domingo, 13, às 12h.

*

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Um mar de Tico na Universitária FM

TICO DA COSTA

Por Joanisa Prates   
 O Música Potiguar Brasileira (MPB) deste fim de semana é puro amor, poesia e amizade. É que a Universitária FM prepara uma homenagem ao anjo das selvas e poeta do mar Francisco das Chagas da Costa, o nosso querido e saudoso músico potiguar Tico da Costa, também chamado carinhosamente pelos amigos de Titico.

O especial será apresentado por um dos seus grandes amigos, o jornalista e escritor Tarcísio Gurgel, que como um contador de histórias relembra cada momento vivido por Tico, desde a infância na bela costa branca potiguar - cidade de Areia Branca - e segue desvendando a verdadeira essência e a pureza de Tico em cada uma de suas composições e canções.

Tico da Costa morou em Roma durante muitos anos, onde realizou vários shows em bares e restaurantes e gravou alguns discos. Fez várias turnês nos Estados Unidos e na Europa e foi pelas bandas de lá que conheceu o compositor Philip Glass, grande parceiro de Tico em muitas de suas composições e amigo que o acolheu em Nova Iorque.

Tico nasceu no dia 13 de novembro de 1954 na cidade de Areia Branca (RN). Considerado o mais internacional dos potiguares conquistou, cantou e encantou várias gerações mundo a fora deixando a alegria por onde passava sempre com um sorriso estampado no rosto. No último dia 29 de agosto o "Titico" partiu deixando imensas saudades, boas lembranças e versos de uma obra que permanecerá eterna nas mentes e corações potiguares.

Lembrando que está sendo produzido o show "Várias vozes, um só canto: De Tico e Para Tico", marcado para o dia 16 de setembro, às 19h30 no Teatro Alberto Maranhão em Natal. A renda do show será toda revertida à família de Tico da Costa. Uma grande homenagem que reunirá amigos, músicos, familiares e admiradores.

O MPB vai ao ar sábado, dia 05, às 17h, com reprise no domingo, 06, às 12h.

*

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Cantigas, repentes e lôas na FMU

CACAU ARCOVERDE

Por Joanisa Prates   
 Nas comemorações para o dia do Folclore o programa Música Potiguar Brasileira prepara uma tarde com cantigas, repentes e ritmos afro-brasileiras da cultura popular nordestina. E para comandar o MPB convidamos o brincante e percussionista Cacau Arcoverde apresentando o projeto musical Jaraguá Mulungu*.

Criado por Cacau Arcoverde em 22 de agosto de 1999, o Jaraguá Mulungu é um projeto musical com objetivo de divulgar a cultura popular com sua própria linguagem, e suas músicas mostram a beleza da Literatura de Cordel e o repente, homenageando os mestres brincantes da cultura popular pernambucana e potiguar.

Durante o programa Cacau canta suas lôas, conta a trajetória dos dez anos do Jaraguá e apresenta o Projeto Instrumental "Raízes Brasileiras", gravado no Estúdio Umuarama, no Rio de Janeiro, com participações especiais de grandes amigos de Arcoverde. E ainda comenta sobre o projeto "Coco de Nóis" aprovado pelo BNB de Cultura 2009 que tem como principal objetivo a divulgação da Cultura Popular do Rio Grande do Norte e de Pernambuco.

A diversidade cultural e de ritmos do Jaraguá Mulungu você sintoniza este fim de semana no programa Música Potiguar Brasileira, aqui pela Universitária FM 88,9.

[*]O Jaraguá é considerado um personagem que faz parte do imaginário da Cultura Popular, um fantasma de cavalo. O termo Mulungu é empregado para designar o Ser Supremo em 25 línguas e dialetos do leste Africano.

O MPB vai ao ar sábado, dia 22, às 17h, com reprise no domingo, 23, às 12h.

*

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Saxofones Potiguares na Universitária FM


Por Joanisa Prates   
 O Música Potiguar Brasileira (MPB) convida os ouvintes da Universitária FM para sintonizar o programa que tem orgulho de receber o primeiro e único Octeto de Saxofones brasileiro. E no comando do MPB estão: João Paulo (Jotapê) também coordenador do projeto e o músico Chico Beethoven.

O Octeto de Saxofones da Escola de Música da UFRN além de ser um projeto de extensão formado por alunos e professores da instituição é um dos mais novos projetos artísticos da cidade. Criado em 2007, o grupo é coordenado e dirigido artisticamente pelos professores Jotapê e Yuri Dantas e o principal objetivo do Octeto de Sax é promover a música instrumental brasileira escrita para essa formação.

Durante o programa Jotapê e Beethoven fazem um breve resumo sobre a origem do saxofone - instrumento criado por Adolf Sax - e demonstram os sons de quatro dos oito saxofones da família: sax soprano, sax alto, sax tenor e sax barítono. Apresentam também o recente CD gravado pelo Octeto com arranjos e composições de autores nacionais e nordestinos. Vale lembrar que o Octeto foi selecionado para participar da 8ª edição da Feira da Música de Fortaleza, que acontece entre os dias 19 e 22 de agosto.

Os belíssimos arranjos do sax potiguar você sintoniza este fim de semana no programa Música Potiguar Brasileira, aqui pela Universitária FM 88,9.

O MPB vai ao ar sábado, dia 15, às 17h, com reprise no domingo, 16, às 12h.

*

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Poemúsicas eletrificadas na FMU


Por Joanisa Prates   
 O Música Potiguar Brasileira (MPB) deste fim de semana vem regado a muito vinho, poesia, música e apresenta a irreverência das poemúsicas experimentais, eletrônicas, liquidificadas dOs Poetas Elétricos. E no comando do programa a voz grave de Carito, um dos poetas, também responsável pelos poemas e direção artística da banda.

Os Poetas Elétricos nasceram nos anos 90 quando Carito e Edu Gomez - na época integrantes da banda Modus Vivendi - criaram o projeto "Poemas Eletri-Ficados & Outros Que Foram Embora", misturando livremente música, poesia e gravações experimentais, que após algumas apresentações passou a intitular o primeiro CD dOs Poetas.

Durante o programa, Carito apresenta algumas faixas do segundo disco da banda "Estirado no Estirâncio* ou Sol Sem Sombra de Dúvidas" contendo 26 poemúsicas divididas em duas partes: Lado A Músicas Fal(h)adas e Lado B Palavras T(r)ocadas. A cada poemúsica Carito conta histórias curiosas sobre a criação e gravação do disco, que também contou com participações especiais e espaciais de Antônio de Pádua, Jorge Lima, Junior Primata e Mirabô Dantas em algumas faixas do CD.

Atualmente Os Poetas Elétricos são: Carito (vozes, poemas e direção artística), Edu Gomez (guitarras, arranjos e produção musical) e Michelle Régis (vozes e composições) que após algumas participações no primeiro disco, entra definitivamente para o grupo, trazendo a sensibilidade e a alma feminina para a banda.

A poemúsica eletri-liquidi-ficada dOs Poetas Elétricos você sintoniza este fim de semana no programa Música Potiguar Brasileira, aqui pela Universitária FM 88,9.

[*] O estirâncio é aquela faixa de terra que a maré deixa quando seca, conhecida também como zona lavada pelo mar.

O MPB vai ao ar sábado, dia 08, às 17h, com reprise no domingo, 09, às 12h.

*

sexta-feira, 31 de julho de 2009

A energia da guitarra potiguar na FMU


Por Joanisa Prates   
 O Música Potiguar Brasileira (MPB) inicia agosto a todo vapor. Para apresentar o primeiro programa do mês recebemos o guitarrista e compositor Kiko Chagas e convidamos os ouvintes da Universitária FM para apreciar os acordes da guitarra eletrizante do nobre músico potiguar.

Kiko respira música desde o primeiro dia de vida: é neto de sanfoneiro, seu pai é o compositor Chico Elion e a mãe era cantora de rádio. Foi estudante de música da UFRN, vencedor do Troféu Caymmi e ganhou destaque nacional dividindo o palco com grandes nomes da música popular e internacional como Tim Maia, Elza Soares, o jamaicano ]immy Cliff e os baianos Gilberto Gil, Caetano Veloso e Moraes Moreira com Os Novos Baianos.

Durante o programa Kiko Chagas mostra a pluralidade das suas composições, quando mistura todos os ritmos sem temer os resultados. De John Coltrane a Michael Jackson, de Chico Elion a Tim Maia até composições autorais, Kiko deixa a conversa de lado e apresenta um programa fervente trazendo gravações inéditas tendo como base o seu violão MID.

A guitarra potiguar de Kiko Chagas você sintoniza este fim de semana no programa Música Potiguar Brasileira, aqui pela Universitária FM 88,9.

O MPB vai ao ar sábado, dia 01, às 17h, com reprise no domingo, 02, às 12h.

*

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Música para relaxar na Universitária FM


Por Joanisa Prates   
 Após uma semana de muito trabalho, trânsito caótico e ônibus lotado, nada melhor que ouvir boa música e meditar. Em clima zen o programa Música Potiguar Brasileira (MPB) resolveu unir o útil ao agradável e convida os ouvintes da Universitária FM para um momento de relaxamento ao som do compositor e violinista Alexandre Atmarama, apresentando o MPB deste fim de semana.

Atmarama é um apaixonado por música desde a infância e sempre soube qual seria o resultado dessa paixão. Aos dez anos de idade ganhou o seu primeiro violão e anos mais tarde inicia seus estudos musicais. Porém a inquietação e a busca por respostas levou o violinista a dedicar-se aos ensinamentos orientais, deixando a música de lado por um determinado período.

Em 1997, Atmarama retoma a carreira artística, inicia pesquisas na área da música e desenvolve uma técnica chamada "IMALT". Tal técnica levou o músico a intitular o seu primeiro álbum com repertório autoral no formato violão solo, lançado em 2008. Atmarama também lançou o livro "Doze Composições para Violão" contendo as partituras das faixas do CD "IMALT".

A música relax de Alexandre Atmarama você sintoniza este fim de semana no programa Música Potiguar Brasileira, aqui pela Universitária FM 88,9.

O MPB vai ao ar sábado, dia 25, às 17h, com reprise no domingo, 26, às 12h.

*


sexta-feira, 17 de julho de 2009

Poesia existencialista na FMU

foto: Fábio Pinheiro

Por Joanisa Prates   
O Música Potiguar Brasileira (MPB) vem sempre revelando os novos e os mais talentosos músicos, compositores e artistas do nosso estado. E neste fim de semana a Universitária FM convida o jovem cantor e compositor Letto, que com jeito tímido e acompanhado da sua guitarra, apresenta um programa com músicas autorais e carregadas de poesia.

Apesar de carioca, Letto reside em Natal desde os dois anos de idade e se considera um potiguar de coração. Em 2001 ingressou na área da música com o suporte de um violão clássico, escolhendo a música popular como linguagem principal para o seu trabalho. A partir daí iniciou o processo de composição das suas críticas-canções influenciadas pelo cotidiano, comportamentos e pela forma poética e pessoal de entender a existência.

Letto é um dos fundadores do grupo Elegia e Seus Afluentes (2004) que une poesia, música e interpretação. O músico ainda representou o Brasil como instrumentista no Festival Internacional de Artes Populares e também já lançou vários concertos pela cidade, sendo o último um concerto audiovisual intitulado "Fotografia das Falas", lançado em 2009.

A poesia e a música das revelações papa-jerimum você sintoniza este fim de semana no programa Música Potiguar Brasileira, aqui pela Universitária FM 88,9.

O MPB vai ao ar sábado, dia 18, às 17h, com reprise no domingo, 19, às 12h.

*

 
Free Blogger Templates